Promovendo a sua vida hoje e sempre! 
 


 
 
Você está em >>> LIVRO DIGITAL

Felicidade é Possível?
(Uma abordagem inédita!)

 
Leia o Livro, está logo abaixo...
Ou veja-o em vídeo...

NÓS, evangélicos e cristãos, em nossa grande maioria, ignoramos que somos dominados pelas mulheres, pela mídia e temos um falso conceito do que é prosperidade.

Para que continuar sendo aluno se é possível ser mestre?!...

Acesse tópicos interessantes do LIVRO, clicando ao lado.

 
Tópicos Interessantes do LIVRO

* Vá direto para a página onde está escrito:

...Os pais e avós, de hoje, agem como se fossem aliados do demônio... (pag. 029)

...mas, atenção, aceitar a opinião da mulher, não pode se tornar uma obrigação do marido. (pag. 053)

Se o marido se veste ou corta o cabelo de modo que não agrada a esposa, ele deve reconsiderar... (pag. 086)

...a forma como se celebra o casamento na Igreja hoje é bem imperfeita e incompleta. É muito blá, blá, blá!... (pag. 101)

 
 
 
 
     PAG. 053 / 144     PÁGINA INICIAL


 
Se a mulher tem o seu marido em boa conta e confia no Senhor (não só da boca pra fora, mas de fato, sabendo que ELE está no controle), então ela sabe que se for para o marido seguir a cabeça (ideia) dela, o próprio Deus vai mover o coração do marido para que a escute. Até mesmo para votar (em uma eleição) a mulher é obrigada a seguir o marido e, claro, ele pode até aceitar a opinião dela, em uma eleição, (ou em outra questão qualquer), mas, atenção, aceitar a opinião da mulher, não pode se tornar uma obrigação do marido.

 
     PAG. 054 / 144

 
Certa vez, um casal discutiu porque o marido percebeu que a sua mulher estava frequentemente diante da TV assistindo novelas, e a questionou dizendo que aquele estilo de vida (imposto pela Mídia através de sua programação), estava sutilmente entrando nela (esposa) e na casa deles, e, ela sem perceber, estava aplicando na convivência diária o que via nas novelas.

E o que se vê nas dramaturgias?... Mulheres tipo galinha choca, irritadiças, imprudentes, intempestivas, incons-tantes, prepotentes, arrogantes, cheias de empáfia, falando de igual pra igual com o marido, gritando com ele (como se faz com um cachorrinho), estabelecendo limites para isso e aquilo, enfim, em tom de general, ditando as regras e coordenadas em tudo, inclusive na área sexual.

Mas, nessa altura do campeonato, a

<< ANTERIOR     055 / 144 >>